16 outubro, 2015

World Bread Day 2015 - Massa Base para Pão Caseiro



E finalmente consegui participar do tão famoso World Bread Day!! E estou muito animada em ver meu blog entrando em contato com blogs incríveis mundo a fora, que alegria!!
Essa iniciativa ja vem de alguns anos do site Kochtopf 

Eu AMO fazer pão. Acho calmante, terapêutico e testa minha ansiedade, já que temos que esperar a linda massa crescer a seu tempo. E fazer na mão, no "muque" mesmo, acho que essa é a graça. Sei que muita gente ama a famosa máquina de pães e até acho bacana quem curte, pois eu não me dei bem e, na verdade, não vejo graça em deixar uma máquina fazer o trabalho mais bacana da receita que é literalmente "botar a mão na massa". 

Enfim, entre tantas e inúmeras receitas de pães doces e salgados, escolhi o básico, pois talvez para aquelas pessoas que estão começando agora a se aventurar na cozinha, ou pelo menos nos pães, tenho pra mim que ter uma receita base nas mangas é o primeiro passo. E esta faz muito bem esse papel. 

Receita fácil, sem ingredientes complicados e que, dela, você pode tirar mil e uma variáveis, basta ser criativo!

Caderno e caneta na mãos!

Pão Caseiro Básico




Ingredientes:
1 copo de óleo
1 copo de leite de morno
1 copo de buttermilk*
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de café de sal
50gr de fermento biológico fresco ou 1 envelope do seco
3 ovos
Farinha de Trigo até dar ponto (+ ou - 1 quilo)
1 gema de ovo e azeite

Faz assim: Em uma tigela, dissolva o fermento no açúcar (o fermento fresco, para quem não sabe ou nunca fez, derrete em contato com o açúcar, basta você quebra-lo, juntar o açúcar e ir amassando com uma colher. Ele derrete completamente). Se for o seco, faça o mesmo processo, a única diferença é que ele não derrete como o fresco, as bolinhas ficaram intactas, apenas misture-o ao açúcar. Adicione o leite morno, misture bem e deixe descansar por 15 minutos.


Enquanto isso, faça o buttermilk, que nada mais é do que leite encorpado com algum liquido ácido. Meça um copo de leite e junte suco de 1 limão thaiti. Mexa com um garfinho e deixe descaçando por uns 10 minutos. Ele fica bem grossinho. DICAEm todas as receitas de bolo ou qualquer tipo de massa que levar leite,  substitua pelo buttermilk, sua receita ficará bem mais macia!

No liquidificador, coloque os ovos, o óleo, o buttermilk e o sal e bata por uns 2 minutos. Agregue essa mistura à tigela com a mistura do fermento. Misture com um batedor.

Aos poucos, vá acrescentando a farinha e mexendo sempre, até você perceber que já foi o suficiente para sovar sem grudar nas mãos. Na minha receita usei 1 quilo e mais umas 100g. 

Sove a massa por uns 5 minutos e deixe-a descansando numa tigela enfarinhada e coberta por um pano, num canto quentinho, onde não bata vento.

DICA: Se estiver um tempo muito frio ou úmido, enrole a tigela num cobertor fino e deixe descansar dentro do forno ou num local quentinho, que não bata vento. Isso ajuda muito a  massa a crescer.

ATENÇÃO: Não ha um tempo definido para esse descanso. Aprendi que o pão tem o tempo dele. O importante é que nesse primeiro descanso ele dobre de volume. As vezes uma hora basta, as vezes até três. Paciência, para que seu pão saia como o esperado, esse ítem é imprescindível!

Quando a massa dobrar de volume, é hora de dar o formato aos pães. Faça como mais lhe agradar, tranças, enrolado como um rocambole, redondo, em pequenas porções. Enfim, use sua imaginação. Eu gosto de fazer cortes na superfície do pão, depois que cresce fica bacana, mas isso é opcional também. Após dar o formato, ja coloque na assadeira que irá assar e deixe novamente dobrar de volume, da mesma maneira que da primeira vez, em local quentinho, coberto e longe do vento. E lembre-se, paciência!



Essa receita é uma massa base. Dela você poderá fazer pães doces e salgados. Se sua escolha for o doce, acrescente 4 colheres de sopa de açúcar a massa. Se sua escolha for o salgado, adicione uma a mais de sal.  E dai, fica a seu critério ou não recheá-lo com o que quiser! 

Nessa minha versão, fiz um doce e um salgado. 

Doce: O doce recheei com uma mistura de canela, chocolate ao leite ralado, açúcar mascavo e manteiga. Faz um creminho com esses ingredientes, sem medidas certas de cada um, vai de sua preferência. Abre a massa com um rolo e passa o creme por toda ela. Enrole como um rocambole e leve a assadeira para o segundo descanso.



Salgado: No salgado usei queijo do reino, orégano e maionese para o recheio. Abri a massa com o rolo, pincelei maionese em toda ela e distribui as fatias de queijo do reino. Polvilhe orégano e enrolei como um rocambole. Leve a assadeira para o segundo descanso.


Quando os pães tiverem crescidos, bata pincela-los com uma gema de ovo misturada com um pouco de azeite e levar assar em forno pré-aquecido a 200°C por uma hora.

Nos meus fiz assim: Pincelei os dois com essa mistura. No doce polvilhei bastante açúcar cristal. No salgado polvilhei bastante parmesão ralado. Mas você pode polvilhar com o que quiser! E se preferir a casquinha branca, não precisa pincelar a gema com o azeite, basta polvilhar um pouco de farinha de trigo e está pronto para assar também!



E pronto! Pães lindos e quentinhos!!

Essa massa é minha coringa, aquela que nunca dá errado e sempre fica excelente. Fica bem macia e parecendo um véu quando se quebra o pão com as mãos. Vale a pena te-la no caderninho de receitas!

Espero que gostem!

Beijinhos

Carol Biffi


6 comentários:

angela disse...

maravilhoso, gosto demais desta receitas simples que aceitam variações, parabéns!!! bj

Lylia Diógenes disse...

Parabéns pela participação, Carol! Lindo pão! Parabéns!
Bj,
Lylia

Rachel disse...

Que alegria ter você conosco nessa blogagem maravilhosa Carolzinha!
E que pão hein... vale cada detalhe de preparação, o sabor deve ser divino!
Parabéns!!!

zorra disse...

For me please a slice of the sweet version! Looks so yummy! Thank you for participating in World Bread Day!

Cintya Maria Pedroso Ferrari disse...

Olá Carolina!!!
Vim correndo ver o seu post (quer dizer, nem tão correndo assim rs)
Adorei essa receita super versátil!
Seus pães ficaram um arraso! Obrigada por compartilhar, vou levar a receita comigo!
Beijinhos!

Gina disse...

Carol,
Tal como a Zorra, também aceito uma fatia desse pãozinho doce!
Espero em 2016 participar novamente e que tenhamos um número cada vez mais de adesões do Brasil.
Bjs.